Caminhando atrás do pra sempre

31-dezembro Espiritual

Algumas coisas precisam morrer para que outras nasçam. Mas não é fácil, sempre que algo perde a força na vida ou morre, isso machuca, desorienta. Mas no caminho que cada um precisa andar, várias coisas ficarão para trás. Não sei você, mais já deixei milhares de pra sempre na estrada e descobri outros.

Acredito que vivemos atrás de um pra sempre, mas nesse mundo mortal, sempre acordamos com a finitude dando as regras e dizendo que terá uma hora que tudo irá acabar.

Vivemos na mira de tudo, tem hora que o tiro acerta, o fogo queima, ninguém é a prova de bala e sairá ileso ao incêndio, mas enquanto a hora não chega, estamos de pé e continuaremos nos erguendo.

Enquanto o ocidente cai, clamamos, cantamos e seguimos o caminho, até o fim da jornada, para o verdadeiro pra sempre que nos chama e nos espera…

Rev. Jakstone Carvalho Braga