Folhas no chão “hora de ajuntar”

26-dezembro Espiritual

“Mas sede fortes, e não desfaleçam as vossas mãos, porque a vossa obra terá recompensa.”  II Cr 15.7

Conta a história que uma formiga carregava em suas costas uma folha dez vezes maior que o seu tamanho diante do vento forte que batia, muitas vezes formiga e folha caiam pelo chão. Mas mesmo assim aquela formiga começava tudo de novo e continuava a caminhar com aquela enorme folha nas costas, até enfim chegar ao seu destino. Ao refletirmos nessa história nos enxergamos diante das inúmeras vezes em que nossos planos e sonhos a respeito de nossos filhos vão ao chão diante das dificuldades que enfrentamos para educá-los nos caminhos do Senhor.

Voltando ao versículo, vemos a história do povo de Israel enfrentando vários problemas para reconstruir o muro em volta de Jerusalém, mas Deus estava com eles.

Deus tem estado conosco todos os dias, Ele nos conhece e conhece o coração de nossos filhos como nem eles mesmos conhecem.

Peçamos a Deus, que renove nossa força, nossa fé, nossa esperança, para que possamos enfrentar os ventos impetuosos que nos açoitam. O vento está forte? Nossa força vem de um Deus que faz milagres.

Ludimylla Silva Belisário de Queiroz