Justiça social em tempos de corona vírus

Lendo sobre as leis que deveriam regular Israel em sua formação político-social é possível ver o seguinte:

“Não maltratem nem oprimam o estrangeiro, pois vocês foram estrangeiros no Egito. Não prejudiquem as viúvas nem os órfãos; porque se o fizerem, e eles clamarem a mim, eu certamente atenderei ao seu clamor. Com grande ira matarei vocês à espada.” Ex.22.21-24a

Talvez seja uma das poucas leis senão a única em que Deus assume o protagonismo de fazer justiça.

Nem é atoa que o sábio registra em Provérbios:

“Oprimir o pobre é ultrajar o seu Criador, mas tratar com bondade o necessitado é honrar a Deus” 14.31
“Quem trata bem os pobres empresta ao Senhor, e ele o recompensará” 19.17
“Não explore os pobres por serem pobres, nem oprima os necessitados no tribunal, pois o Senhor será o advogado deles, e despojará da vida os que os despojarem” 22.22,23

Que o despertamento para ajudar o pobre não seja apenas nesse período de “nivelamento social”, mas quando isso passar o país aprenda a olhar como o Eterno olha. A começar pelas igrejas. E que tenhamos um avivamento de voltar-se a Deus e ao nosso próximo.

Rev. Bruno Brasil Mynssen