O sangue que nos livra da morte

11-setembro Espiritual

“Porque, naquela noite, passarei pela terra do Egito e matarei na terra do Egito todos os primogênitos, tanto das pessoas como dos animais, e executarei juízo sobre todos os deuses do Egito. Eu sou o SENHOR. _ O sangue será um sinal para indicar as casas em que vocês se encontram. Quando eu vir o sangue, passarei por vocês, e não haverá entre vocês praga destruidora, quando eu ferir a terra do Egito.” (Êxodo 12.12,13)

Que dia assombroso! Imagine acordar em sua cidade e descobrir não apenas que seu filho mais velho está morto, mas que todos os filhos mais velhos, de todas as pessoas, morreram naquele dia. Uma tragédia inconsolável! Uma praga tão poderosa, que nem todos os desastres do mundo unidos, se comparam a ela!

Porém há uma mensagem singular nesse texto, o povo de Israel deveria passar o sangue do cordeiro sobre os umbrais da porta e quando o anjo da morte viesse e visse aquele sangue, passaria por cima daquela casa e ninguém sofreria dano algum.

Essa história nos remete aos acontecimentos futuros, não apenas aos assombros do passado. A Bíblia nos diz que com a vinda de Jesus haverá choro e ranger de dentes, será um dia de vingança e destruição, morrer apenas uma vez não bastará aos homens, alguns sofrerão com a segunda morte.  Outro aspecto é que a praga agora não atingirá apenas os filhos, mas todos os homens que não forem cobertos com o sangue de Jesus.

Nada é mais importante do que isso: estar coberto pelo sangue do cordeiro perfeito de Deus, aquele que tira o pecado do mundo, o Senhor Jesus Cristo. O único que pode nos livrar da morte eterna, do poder do pecado, do inferno, da segunda morte, é importante sermos cobertos pelo sangue precioso de Jesus.

Se esperamos que as bênçãos da graça de Deus nos atinjam, que a Sua ira não toque a nossa vida e família, é preciso que o sangue de Jesus esteja sobre nós.

Motivos de oração: Ore ao Senhor para que sua família, seus amigos, vizinhos, pessoas no mundo todo, sejam cobertos pelo sangue de Jesus e encontrem a libertação da ira de Deus e a alegria da salvação.

Rev.  Jakstone Carvalho Braga