Seremos intercessores!

29-novembro Espiritual

“Antes de tudo, pois, exorto que se use a prática de súplicas, orações, intercessões, ações de graças, em favor de todos os homens, em favor dos reis e de todos os que se acham investidos de autoridade, para que vivamos vida tranquila e mansa, com toda piedade e respeito.” I Tm 2.1-2

Na época em que o Novo Testamento foi escrito, o povo vivia sob o domínio dos imperadores romanos. E mesmo diante de um governo muito poderoso, em que os cristãos eram perseguidos pela fé em Cristo Jesus, Paulo não deixa de orar e chamar os irmãos para fazerem o mesmo. Mas o chamado de Paulo não se remete somente a uma ocasião extrema como ele vivia, mas nos convida a clamar em qualquer situação e por todos aqueles a quem Deus concedeu autoridade, para que assim, possamos viver de maneira tranquila e mansa como o versículo menciona. Além do mais, o primeiro versículo do capítulo 13 de Romanos nos mostra que toda autoridade foi instituída por Deus, e percebemos isso quando lemos também o Antigo Testamento, que mostra a ira e as bênçãos de Deus por meio das autoridades.

Que nos atentemos a essas palavras e, com práticas de súplicas e orações, possamos rogar ao nosso Deus que ilumine e instrua nossos governantes!

Vander Lúcio Soares de Oliveira Júnior