Sim, Ele te entende!

31-outubro Espiritual

Há momentos na vida que passamos por situações que parecem não ser compreendidas por ninguém. Os dias parecem mais escuros e sombrios, os problemas parecem ser mais fortes, por mais valentes que sejamos. As dores e a angústia tomam conta do nosso coração de forma tal, que a sensação é de que não adianta desabafar com ninguém, porque ninguém conseguiria compreender a nossa dor.

O que fazer quando vivemos tal situação? A resposta é olhar para um homem que sofreu uma dor que nenhum de nós sofrerá jamais. Jesus Cristo sentiu a dor de ser tentado no deserto; ele sentiu a dor de ver seu povo sem entender sua missão; mas a sua maior dor, foi a de ser abandonado pelo Pai e receber a ira de Deus sobre si. A Bíblia nos diz que a alma de Jesus estava angustiada até a morte e, enquanto ele orava, seu suor era como gotas de sangue (Lc 22.44). Ele sofreu uma dor que jamais sentiremos ou conheceremos. Isso para nos dar uma esperança que vai além da nossa vida aqui.

Toda a dor que você sofre não se compara a sofrida por Cristo em seu lugar. E a dor sofrida por ele foi para que a esperança da vida eterna fosse real. Há um lar em uma nova terra, preparado por Cristo desde os tempos eterno e acessível a nós através da morte dele (Jo 14.2). Nenhuma dor pode se comparar esse lar que nos aguarda. Caminhe nessa esperança da vida eterna em Cristo!

Marcus Vinícius de Paula Costa