Tire as pragas amanhã?

27-agosto Espiritual

“Falou Moisés a Faraó: Digna-te dizer-me quando é que hei de rogar por ti, pelos teus oficiais e pelo teu povo, para que as rãs sejam retiradas de ti e das tuas casas e fiquem somente no rio. Ele respondeu: Amanhã. Moisés disse: Seja conforme a tua palavra, para que saibas que ninguém há como o SENHOR, nosso Deus.” (Êxodo 8.9,10).

Uma das coisas mais absurdas que já vi num pedido, talvez seja isso: Moisés pergunta quando deveria orar ao Senhor, para que a praga acabasse e a resposta foi: Amanhã. Como assim amanhã? A dor está estabelecida hoje, por todos os lugares tinham rãs, não havia lugar que não fosse assombrado por essa praga, a afetação era completa e em todos os lugares e Faraó tem coragem de pedir para o problema ir embora só amanhã.

Talvez Faraó acreditasse que fosse apenas um evento natural que passaria, ou que os egípcios descobririam um meio de acabar com a praga, sem ter que ouvir e ceder aos pedidos de Moisés. Seja qual for a razão, a maior estupidez de um homem é desejar que o mal vá embora amanhã.

Devemos olhar para nossa desobediência, para as situações que nos destroem e implorar a Deus, que mande embora hoje, nesse exato momento aquilo que tem nos feito mal. Tenha pressa em se livrar daquilo que lhe afasta da vontade de Deus e em consequência, traz prejuízos para a sua vida.

Motivos de Oração: Peça ao Senhor que tire hoje da sua vida, todo tipo de praga que seja fruto da desobediência.

Rev. Jakstone Carvalho Braga