Uma família sem a graça de Cristo não é uma família completamente feliz.

15-setembro Espiritual , Família

O casamento nasceu no coração de Deus, foi plantado no jardin do Éden, ganhou o nome, matrimônio, gerou filhos, produziu frutos do amor do Senhor e se chamou família.

A família é uma benção que Deus nos dá. Ele a criou para estar presente na vida e no coração de seus filhos. O Deus que criou a família é trino: Pai, Filho e Espírito  e vive em perfeito amor como família. É seu desejo que a família viva em perfeito amor. A família é o lugar mais seguro para se formar o caráter de uma criança. O modelo padrão está na palavra do Senhor, equilíbrio, paz, harmonia, unidade, respeito, dignidade são apenas algumas das muitas qualidades do perfeito amor de Deus ensinado pela bíblia.

Na carta aos Colossenses capítulo 3.12 – 17, aprendemos a cultuar a Deus em família no culto doméstico. Quantas lições não têm ali?

Como eleitos de Deus aprendemos a ser santos e amados, de coração compassivo, benignos, humildes, mansos e longânimos: V 12

Aprendemos também a suportar-nos e perdoar-nos uns aos outros, assim como o Senhor nos perdoou: V 13

Nos revestimos do amor, que é o vínculo da perfeição: V 14

Somos dominados pela paz de Cristo e temos um coração agradecido: V 15

A palavra de Cristo passa a habitar em nós ricamente e a sabedoria nos ensina a admoestar-nos uns aos outros, com salmos, hinos e cânticos espirituais, louvando a Deus com gratidão em nossos corações: V 16

Nossas palavras, obras, as fazemos em nome do Senhor Jesus, dando por ele graças a Deus Pai. V 17

Uma família sem a graça de Cristo não é uma família completamente feliz, pois a cruz de Cristo revela toda a gloria de Deus fluindo dos céus para o coração da família.

Presbítero – Luís Carlos de Souza.